Perfumes, tudo sobre a sua constituição e características

By

Perfume é a designação atribuída ao resultado de misturar óleos essenciais aromáticos concretos, álcool e também água.

Os perfumes ou fragrâncias, são utilizado desde tempos mais remotos com a finalidade de aportar um agradável e perdurável aroma a diferentes e concretos objectos, mas principalmente, ao corpo humano. A palavra perfume ou perfumes, deriva do latim “per fumum”, que em português significa “através da fumaça”.

Já lá vão vários séculos desde que se usam perfumes em Portugal, tendo já servido este produto de moeda de troca em transações comerciais quando ainda nem existia dinheiro como o conhecemos hoje em dia.

Porque comprar um perfume não é só ir a uma loja de perfumes ou perfumaria, pegar e pagar. Para a escolha de um perfume devemos ter em conta a sua classificação, que se determina por notas. Aprenda o que são e para que servem as notas de um perfume ou fragrância:

Para escolher os perfumes ideais para si sem os experimentar, é importante ter em conta a sua classificação. Muitas pessoas desconhecem ou não dão importância, porém a força de um perfume depende, principalmente da concentração presente de matérias-primas que foram utilizadas para conceber a fragrância. Numa faceta mais técnica, isto consiste na mistura de diversos ingredientes voláteis seleccionados e dissolvidos em álcool, que normalmente se espalham no ar a temperaturas ditas normais. Tendo em conta a origem, a designação perfume aplica-se unicamente ao tipo de composição que pode conter a mais alta proporção de extracto aromático mas em contrapartida que tenha o menor teor de álcool possível. As restantes combinações geralmente acabam por levar uma parte de água na sua fórmula. Essa concentração é por isso um factor considerado determinante na nomenclatura.

Quando o assunto é perfumes, é bastante comum as pessoas ouvirem falar em fragrâncias que possuem um forte – ou fraco – poder de fixação, que por outras palavras quer dizer que o aroma persiste ou não por várias horas ou até dias. Contudo esse efeito geralmente não se deve a um agente fixador, como seria lógico de pensar. Na realidade, o que realmente é determinante para a fixação são as notas de base ou notas de fundo. São estas notas os ingredientes mais densos e persistentes, cuja capacidade essencial é a de actuar na composição do perfume de modo a permitir uma difusão mais lenta e por isso mais duradoura.

As notas de um perfume dividem-se em três partes e são designadas da seguinte forma:

Notas de Saída ou também designadas de Cabeça na composição de um perfume:

Trata-se da nota introdutória, cuja função é a introdução ou impressão inicial. Esta nota tem a função de despertar o interesse, em qualquer fragrância são sempre as notas mais leves, sendo aquelas que se escapam do frasco. São geralmente compostas de ingredientes mais ligeiros e voláteis que por norma se evaporam rapidamente. Porém estas notas são sentidas logo após a aplicação do perfume, elas vão directamente para as nossas narinas e dão a primeira impressão sobre o perfume. São notas por norma muito frescas como limão, lima, laranja, pinho, lavanda, eucalipto e outras do mesmo teor.

Notas de Coração ou também designadas de Corpo na composição de um perfume:

Estas notas são basicamente o centro, ou a alma, que revelam a essência da personalidade de um perfume. São estas notas que tem a função de expressar o tema principal da fragrância. Caracterizam-se por serem as notas menos voláteis, ou seja, que se evaporam mais lentamente, sendo sentidas assim que o perfume “seca” sobre a pele. São sempre notas que se destacam por serem mais encorpadas como é o caso das flores, folhas e especiarias.

Notas de Fundo ou também designadas de Base na composição de um perfume:

As notas de fundo são muito importantes na constituição de um perfume, porque são elas que garantem o poder de fixação de uma fragrância, são estas notas que tem a função de definir o aroma que se vai difundir na pele. Estas notas são as menos voláteis, ou seja, na composição de um perfume, são os ingredientes que se evaporam mais lentamente, são as últimas a ser percebidas pelo nosso olfacto, porém são as que permanecem por mais tempo. Sendo normalmente escolhidas para serem notas densas, usam-se em geral ingredientes equiparáveis como resinas, madeiras e outras de origem animal.

perfumes-portugal

Para fabricar um perfume, o perfumista usa a sua fantasia e o seu apurado nariz para a criação de fragrâncias marcantes, cuja composição pode conter até 300 matérias-primas diferentes. Um perfumista especializado e vocacionado tem a capacidade de distinguir mais de três mil odores diferentes e combiná-los em quantidades ilimitadas de fórmulas. Em ponto comparativo poderia ser comparado a um maestro que compõe diferentes notas, sendo que a sua mistura acaba por resultar no acorde ou na harmonia que neste caso é da fragrância. Tendo em conta e tentando imaginar que papel cada ingrediente vai ter na composição olfativa.

Muitas pessoas desconhecem ou não tem em conta isso, mas na realidade a força de um perfume está  directamente dependente da concentração de extrato aromático, juntamente com o tipo de matérias-primas usadas em sua composição. Transformar essa mistura numa fragrância que resulte  num perfume de sucesso está nas mãos dessa limitada e valiosa classe de profissionais, que geralmente auferem salários quase astronómicos por desenvolverem essências sob encomenda das marcas de perfumes. Não é qualquer pessoa que serve para ser perfumista, é essencial ter um bom sentido olfativo que se destaque e este por norma começa a desenvolve-se desde a infância.

Os especialistas na matéria, afirmam que há uma ligação extremamente forte entre o que ocorrem durante as nossas vidas e os cheiros que as acompanham esses acontecimentos. Por isso desde tempos remotos que as pessoas usam os perfumes e aromas até para terapias psicológicas. Um perfume pode nos marcar para toda a vida e pode ser uma marca da nossa personalidade, assim sendo  deve ser sempre bem escolhido.

Agora já sabe como é composto um perfume e quais as designações das notas que o constituem, ficando dessa forma mais ciente de qual o poder de fixação e de duração dos mesmos.

É importante ter em conta estas designações da perfumaria quando está a decidir que perfumes comprar e quais as suas características.

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

2 Comments
  1. […] sobre isso com o seu par? Dialoguem sobre as preferências e tentem chegar a consenso lendo informações sobre perfumes que ajudem na sua […]

  2. […] Se gosta de perfume, não pode perder este artigo que nos explica tudo sobre perfumes! […]

Comments are closed.

You may also like